Tuesday, April 05, 2005

A escrita está morrendo?

Percorro os blogs do 4° ano de Pedagogia. Poucas novidades. Produção muito pequena. Por que será? Analistas radicais dos meios de comunicação anunciam o fim da escrita ou uma redução significativa do "mundo das letras". Isso tem a ver com educação. Já escutei mais de uma vez professores dizendo que é preciso reduzir as demandas de leitura dos alunos, assim como simplificar textos indispensáveis para a aprendizagem de alguns conteúdos. Dizem tais mestres que "é isso que os alunos querem". Quem pensa dessa forma acha que outros meios podem substituir a escrita sem perda de conteúdo. Infelizmente isso não é verdade. Menos escrita e menos leitura significarão diminuição de capacidade analítica e de senso de história que foram ganhos com o mundo das letras. Por isso vou continuar insistindo em maior produção nos blogs de minhas alunas

4 Comments:

Anonymous Luciana dos Anjos said...

Sabe professor, não podemos dizer simplesmente que a escrita está morrendo, precisamos pensar quais as dificuldades que estão sendo encontradas para que esta escrita ocorra. Também andei olhando os blogs que tenho os endereços, percebo que muitas estão se esforçando, mas me pergunto:-será que todos tem acesso constantemente ao computador para postar uma mensagem por semana? Quem vive na correria trabalhando período integral, estudando a noite, sem computador em casa, como vai fazer o exercício da escrita? Textos e mais textos para realizarmos leituras e fazermos fichamento, trabalhos, resumos e tantas outras coisas pedidas, qual o tempo que sobra para produções próprias? Você e muitos outros podem dizer, existem as lan houses, mas quem tem dinheiro para utilizar esse recurso? Existem os tele-centros, que utilizam o LINUX, mas quem sabe trabalhar com esse programa? Bom mais uma vez saio em defesa dessa minhas colegas, sei que serei criticada por algumas pessoas, mas conheço a vida pessoal de algumas delas e sei que para essas uma das questões que levantei se fazem verdadeiras. Mas não justifica a fraca produção de todas nós... de uma maneira peculiar concordo com o senhor, mas tinha que levantar essas questões...
Até a próxima visita...

8:45 AM  
Anonymous Humberto said...

Caríssimo professor Jarbas Novellino Baratto.

Dei uma esppiada em seu Blog, por indicação da Cínthia Maria Ramos, achei interessante seu questionamento sobre a "morte da escrita", sobre leituras, produção...; o galho na estória é: que fazer no deserto? De um outro modo: que faço no deserto? Talvez uma missão seja clamar, clamar, clamar... e não perder de vista que está no deserto. Mas, não nos enganemos, outros dias, infelizmente, não foram melhores... E, mesmo no deserto, pode sobreviver alecrim..., basta olharmos com jeito.

um abraço
Humberto, que não esquece o deserto

2:48 PM  
Blogger Jarbas said...

Procuro o e-mail do Humberto. Enquanto isso, uso este espaço para dizer que o comentário que ele postou é sábio e de bom conselho. Agradeço e espero o Humberto mais vezes por aqui. Jarbas.

11:22 AM  
Blogger Jarbas said...

Para não postar outra mensagem sobre a questão, observo, no que diz respeito aos comentários da Luciana: é certo que citiquei a baixa produção de escritos da Pedagogia, mas é certo tb que procurei as causas não só no suposto trabalho extra que as alunas estão fazendo. Tentei entender o fenômeno dentro de uma moldura que indica que a geração de agora tá mais para imagens que para textos. Num certo sentido isso é uma pena. Jarbas.

9:54 AM  

Post a Comment

<< Home